Caixa pede que Justiça decrete falência da Odebrecht

A Caixa também pede que os credores possam nomear uma nova administração tanto do conglomerado quanto de suas subsidiárias.
IMG-20191003-WA0070

A Caixa Econômica Federal pediu a falência do conglomerado Odebrecht, de acordo com documentos judiciais vistos pela “Reuters”, no que pode ser um final dramático para a empresa envolvida em escândalos de corrupção.

A Caixa também pede que os credores possam nomear uma nova administração tanto do conglomerado quanto de suas subsidiárias, caso o juiz não ordene a liquidação da empresa.

A ação da Caixa coloca a Odebrecht sob mais pressão para reestruturar dívidas, em um dos maiores casos de recuperação judicial da América Latina. O grupo pediu recuperação judicial em junho, com dívidas concursais de R$ 51 bilhões.

Uma das maiores credoras da Odebrecht, a Caixa vem contestando a decisão da companhia de incluir donos de bônus emitidos por uma unidade no exterior na recuperação judicial.

Entre as 21 filiais da Odebrecht que ingressaram no processo de recuperação, estão a Odebrecht Finance, emissora de US$ 3 bilhões em títulos garantidos pela unidade de construção OEC.

A Caixa disse nos documentos à Justiça que vê essa ação como estratégia da Odebrecht de usar votos dos donos de bônus para aprovar um plano que contraria outros credores.

 

Notícias recomendadas para você!

NOSSOS APOIADORES

modelo banner